Peça dirigida por Jô Soares fala da relação entre Salvador Dalí e Freud

 Jô Soares mergulhou no relacionamento improvável entre Freud (1856-1939) e Salvador Dalí (1904-1989) para dar forma à peça “Histeria“, que estreia em salvador, em curta temporada de 26 a 28 de Agosto, no Teatro Isba e marca seu retorno à direção teatral após quase três anos —o último trabalho foi “Três Dias de Chuva”.

Em 1938, o pintor surrealista Salvador Dalí visitou o pai da psicanálise Sigmund Freud, este já padecendo de uma doença incurável e às portas da morte. Freud havia recentemente escapado da Europa nazista e estabelecera-se em Londres. Deste encontro histórico, e algo inusitado, surge a matéria prima para Histeria, comédia escrita pelo aclamado dramaturgo inglês Terry Johnson. 

Numa das sequencias mais absurdas da trama, dilatada pelos efeitos da comédia física, Dali encontra Freud em seu consultório, onde ele, atrapalhado por uma série de situações cômicas anteriores, encontra-se segurando uma bicicleta coberta por caramujos, com uma das mãos presa dentro de uma galocha e com a cabeça enfaixada numa espécie de turbante. O mestre surrealista, fascinado pela visão, conclui: “O que Dalí vê apenas em sonhos, você vive na realidade!” Sem dúvida, um dos maiores encontros do século passado. A psicanálise e o surrealismo. A psiquê humana e o delírio imaginário.

Utilizando a linguagem do humor, onde a comunicação é privilegiada para que o público possa mergulhar em temáticas complexas e não cotidianas, o autor coloca “respiros dramatúrgicos” para que reflexões mais profundas possam ser feitas. Artimanha usada para em seguida arremessar a plateia em mais uma vertiginosa sequencia de situações hilariantes e de apelo popular. 

Histeria
Onde: Teatro Isba
Quando: De 26 a 28 de Agosto de 2016 | Sexta e Sábado 21h | Domingo 20h30
Quanto: R$ 35,00 a R$ 90,00

Compre pelo telefone de segunda a domingo das 9h às 21h – (71) 2626-0032

©2017 SSAUP Salvador Update - Desenvolvido por AZUL DESIGN(ERS)

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?