JAM no MAM + MAMcestralidade – Dia 26/11

“Música afro-baiana e o jazz da Bahia” é o tema do penúltimo encontro de 2016 do ciclo “Perspectivas da improvisação no âmbito da JAM no MAM”, que acontece mensalmente para ampliar a compreensão do público e de musicistas em geral sobre as práticas da improvisação na música em suas várias vertentes. No próximo sábado, dia 26/11, o bate papo integrará a programação do MAMcestralidade, projeto realizado pelo MAM-BA como uma das celebrações do Mês da Consciência Negra. O encontro é uma atividade de extensão da EMUS-UFBA e será coordenado mais uma vez pelo professor, compositor e musicista Ivan Bastos, com início às 17h (pouco antes do começo da JAM no MAM, às 18h) e participação dos músicos Leitieres Leite, Gabi Guedes e Ivan Huol, entre outros artistas convidados.

A forte herança percussiva da cultura musical local e a riqueza envolvida na apropriação dessa linguagem para a criação de uma nova identidade instrumental estarão na pauta da conversa. Nesse sentido, dialoga diretamente com a proposta do MAMcestralidade, de promover encontros ressignificando elementos estéticos, de música, religiosidade e culinária (entre muitas outras ações) relacionados à Consciência Negra. Como nos seis encontros anteriores já realizados, após uma introdução será aberto espaço para perguntas do público presente, transformando o ciclo num rico bate-papo sobre música afro-baiana, capaz de potencializar experiências como a da própria JAM no MAM, onde a improvisação musical desempenha um papel importante na dinâmica da performance.

A JAM no MAM é um projeto da Huol Criações e acontece aos sábados na área externa do Museu de Arte Moderna da Bahia, ao ar livre e de frente para o mar, com ingresso a preço popular. Desde setembro de 2016 ela conta com o patrocínio da Vivo, por meio da plataforma Vivo Transforma e do Governo do Estado, através do Fazcultura, da Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. O ciclo “Perspectivas da improvisação no âmbito da JAM no MAM” é uma atividade de extensão da EMUS-UFBA e tem apoio da JAM no MAM e do Museu de Arte Moderna da Bahia. Para participar, não é preciso se inscrever; basta comparecer ao MAM-BA a partir das 17h. Ele tem a duração de uma hora e o ingresso da JAM dá acesso a ele (e vice-versa).

PERSPECTIVAS DA IMPROVISAÇÃO NO ÂMBITO DA JAM NO MAM
Data: Dia 26 de novembro de 2016, com o tema “Música afro-baiana e o jazz da Bahia”.
Local: Museu de Arte Moderna da Bahia (Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão).
Horário: Das 17h às 18h.
Ingresso: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia) – O acesso ao bate-papo garante a permanência na JAM no MAM, e vice-versa.

©2018 SSAUP Salvador Update - Desenvolvido por AZUL DESIGN(ERS)

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?