Temporada de Casa de Ferro no Barbalho

Em pleno mês da consciência negra, o Grupo Estado Dramático retoma o espetáculo Casa de Ferro que leva ao público a temática da diáspora africana. A temporada segue até o final de novembro com sessões as sextas e sábados, às 20h, na Carretinha Itinerante do grupo no pátio central do Forte do Barbalho. As apresentações têm entrada franca e saída consciente, com arrecadação de contribuições espontâneas daqueles que quiserem apoiar o projeto.

Com direção e atuação de Maurício Assunção, Casa de Ferro apresenta passagens como o nascimento, a raiz (Terra Mãe), a captura, a travessia, o cativeiro, a evangelização, a resistência, o castigo e a transcendência metafísica do povo negro, trazendo à luz a história da população brasileira afrodescendente e sua ancestralidade. O espetáculo expõe o desenraizamento do povo africano e de sua cultura, passando pelo processo de dominação forçada e a posterior transcendência no âmbito mítico-ritualístico, mostrando a força desses seres humanos que encontraram na sua identidade ancestral o poder para lutar e propagar sua cultura.

Casa de Ferro completa 10 anos de existência lapidando o olhar sobre a diáspora africana. Já foi apresentado em festivais e teatros de diversos estados brasileiros, além de Santiago do Chile e Guiana Francesa. Neste mês de novembro, o Estado Dramático traz o espetáculo novamente à cena para inaugurar um novo projeto: a Carretinha Itinerante Estado Dramático. Com um palco móvel, o grupo passa a levar até o público toda a estrutura necessária para essa experiência artística. “A proposta é descentralizar e ampliar o alcance do teatro e de nossas pesquisas em direção aos mais diversos públicos, chegando às ruas, às universidades, às cidades do interior aliando essa capacidade de mobilidade do teatro à qualidade necessária para a experiência artística que o grupo propõe”, afirma Maurício Assunção.

©2017 SSAUP Salvador Update - Desenvolvido por AZUL DESIGN(ERS)

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?