Produtora baiana Santa Luzia Filmes é premiada pelo Fundo Setorial de Audiovisual

A Santa Luzia Filmes foi contemplada pelo edital Prodav 7 de suporte automático pelo desempenho artístico da sua produção A Coleção Invisível. O filme obteve a quarta maior pontuação na classificação do Fundo Setorial Audiovisual da Agência Nacional de Cinema, por conta das premiações recebidas em festivais nacionais e internacionais.

Co-produzido com a Ondina Filmes, o filme venceu quatorze prêmios em festivais no Brasil, Estados Unidos, Colômbia e na Europa. A sócia-diretora da Santa Luzia Filmes, Gel Santana, se declara feliz com esse reconhecimento: “Foi um longa jornada e muitos esforços foram feitos para que o filme fosse visto por muitas pessoas”, comemora. “É bem gratificante ver que um trabalho inteiramente concebido e realizado na Bahia receba esse reconhecimento ao lado de obras importantes como O Som Ao Redor, Uma Historia de Amor e Fúria ou Tatuagem”, complementa.

A executiva ainda conta que o apoio financeiro do prêmio será muito bem-vindo para adiantar as produções da Santa Luzia em desenvolvimento, todas a serem gravadas na Bahia, e comprova o impacto positivo, cultural e econômico, de uma politica audiovisual ambiciosa, já que o filme foi realizado em primeiro lugar com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

O filme, dirigido pelo cineasta Bernard Attal, tem como cenário a região cacaueira baiana e reúne no elenco, além do ator Walmor Chagas, na sua última apresentação artística, os atores Vladimir Brichta, Ludmila Rosa, Clarisse Abujamra, Conceição Senna, Paulo Cesar Peréio e Frank Menezes. A Coleção Invisível entrou recentemente na grade de programação da TV por assinatura da rede Telecine e já ganhou versão em DVD, à venda nas principais livrarias e sites especializados do país.

©2017 SSAUP Salvador Update - Desenvolvido por AZUL DESIGN(ERS)

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?